Espalhe por Whatsapp

Relembre os 20 anos do torneio de enterradas mais icônico da história da NBA

Ricardo Romanelli
Ricardo Romanelli

13 de fevereiro de 2020 é uma data marcante na história da NBA, especialmente para os fãs de enterradas. Neste dia, aquele que talvez seja o torneio de enterradas mais icônico da história da liga aconteceu, com efeitos que perduram por gerações. Vince Carter, então estrela em ascensão do Toronto Raptors, deu um verdadeiro show e se consolidou como um dos grandes nomes da NBA naquela época. Carter, que incrivelmente segue em atividade, mal poderia imaginar o que viria na sequência. 

O torneio

Image title

A organização seguiu um modelo bastante comum na história do torneio, e selecionou jovens astros em ascensão para o plantel de competidores. Além de Carter, seu primo Tracy McGrady, também do Raptors, e Steve Francis, do Houston Rockets, eram os maiores nomes. Além deles, o veterano Jerry Stackhouse (Detroit Pistons) e os jovens Larry Hughes (Washington Wizards) e Ricky Davis (Charlotte Hornets) completavam o plantel de participantes. 

T-Mac e Francis bem que tentaram, mas Vince estava inspirado. O explosivo ala completou dois cataventos 360, uma ponte aérea por baixo das pernas com participação de seu primo McGrady e uma enterrada onde ficou pendurado pelo cotovelo no aro, demonstrando todo seu vigor atlético. 

Impacto profundo

Image title

A eletrizante performance de Carter fez dele um superstar da NBA. Quem já assistiu o documentário "The Carter Effect" na Netflix sabe bem do que estamos falando. Ele se tornou um ícone da liga numa era onde Michael Jordan estava no final de carreira e o basquete precisava de novos ídolos. Mais do que isso, ajudou a colocar Toronto no mapa do basquete, e consolidou a então jovem franquia do Raptors, que havia sido fundada em 1995, como um dos pilares da liga. O basquete explodiu no Canadá com a popularidade de Carter e do Raptors, e com isso toda uma nova geração de jogadores canadenses, que hoje faz parte da liga, nasceu. Tudo isso não teria sido possível sem a sensacional performance de VC no torneio de enterradas de 2000. Quando falarem por aí que o All-Star não vale nada, e jovens jogadores aparecerem recusando convites para participar das competições, vale relembrar o feito de Carter. O torneio não cria estrelas, mas sem dúvidas é o palco perfeito para que elas se apresentem ao mundo. Com certeza Vince Carter concordaria com isso. Depois desta participação, ele emplacou 8 participações seguidas no All-Star Game da NBA, e consolidou uma carreira que dura até hoje, aos 43 anos na NBA. 

Confira os melhores momentos deste eletrizante torneio, que mais do que nunca merece ser relembrado e celebrado:



Dá um play e confira o que rola no nosso som!