Espalhe por Whatsapp

10 jogadores que mais decepcionam com seus arremessos na NBA

Renato Campos
Renato Campos

Você tem que concordar que o arremesso é um dos fundamentos mais importantes do basquete. Ainda assim, um grande número de jogadores mesmo treinando diariamente não conseguem ter um aproveitamento satisfatório no quesito em questão. Jogadores mais jovens ainda se adaptam ao estilo de jogo da liga, mas alguns veteranos provam que realmente não é um atributo forte de seu jogo.

Pra ilustrar a afirmação, vamos listar dez jogadores que precisam melhorar e muito a pontaria para o restante dessa temporada da NBA.

Importante ressaltar que a lista traz nomes que poderiam dar melhor resultados para seus times devido a potencial estimado, e não simplesmente por classificação oficial da liga.

Andre Roberson

Image title

O cara defende bem, mas se Andre Roberson se posicionar para um arremesso contra o seu time, não se preocupe demais. Nesta temporada, o jogador do Thunder tem aproveitamento de apenas 29.5 por cento da linha dos 3 pontos. Para piorar sua situação, Roberson acerta apenas 50 por cento de seus lances-livres.

Marcus Smart

Image title

Smart luta até o fim das partidas do Celtics. Smart defende muito bem e tem boa visão de jogo. Mas se tratando de pontuação, Smart deixa a desejar. Neste início de temporada, o jogador acerta apenas 29.1 por cento de seus arremessos de média distaancia o que lhe resulta em apenas com 9.5 pontos por partida. Para compensar seu baixo aproveitamento, hoje lidera o seu time com 5.5 assistências por jogo.

Lance Stephenson

Image title

Durante sua carreira, Lance Stephenson se mostrou um jogador bastante versátil. Mas em sete anos de liga, Lance teve médias acima dos 10 pontos apenas em duas temporadas. Para se ter uma ideia do quanto ele não é um cara confiavel nos arremessos, ele tem acertado apenas 17 por cento de bolas de 3 pontos e 33 por cento de lances de quadra nesta temporada.

Lonzo Ball

Image title

Sem pânico, torcedores do Lakers. Mas Lonzo Ball ainda não encontrou a melhor forma de arremessar na NBA. Ele já mostrou ter visão de jogo, pega rebotes como pouco armadores e já namorou triple-doubles em algumas partidas neste início de temporada. Mas com a devida pressão que seu pai Lavar o colocou, o seu aproveitamento nos arremessos se torna um prato cheio para a maioria dos chamados 'haters'. Lonzo sabe que precisa melhorar o seu baixo aproveitamento de apenas 29 por cento. Com média de apenas 8.9 pontos por jogo, o armador sensação de Los Angeles pode contribuir muito mais. Além disso, os 22 por cento da linha dos 3 pontos mostram que o garoto ainda sofre com a adaptação como profissional.

Matthew Dellavedova

Image title

Você vai concordar que Dellavedova é um daqueles caras que consegue tirar o adversário do sério. Com sua intensidade na marcação, em determinados momentos parece até jogar sujo. Mas nada que o torne um jogador desleal. Para um armador, deixa muito a desejar quando se trata de pontuar e acertar seus arremessos. Com quatro anos na NBA, nunca chegou a ter médias de 10 pontos por jogo e na atual temporada acerta apenas 33.3 por cento das suas finalizações de média distância.

Kent Bazemore

Image title

Kent é um daqueles caras que funcionam em qualquer elenco. Aos 28 anos de idade, tem sido uma das peças mais importantes do elenco do Hawks. É um bom defensor, enxerga bem o jogo e faz um feijão com arroz necessário a todo time. Apesar de estar com a maior média de pontos de sua carreira (13.3), não é nos arremessos que ele conquista a maioria deles. Até o momento, Kent acerta apenas 28 por cento da linha dos 3-Pontos e 29 por cento de média distância.

Jimmy Butler

Image title

Recém chegado à Minnesota, Jimmy Butler automaticamente transformou o time do Wolves em um dos candidatos a fazer barulho nos playoffs deste ano. O jogador é um dos melhores ala-armadores da liga e também um de seus melhores defensores. Mas apesar de grandes qualidades, Butler nunca foi um exímio arremessador o que o deixa abaixo do nível das super estrelas da NBA. Apesar de manter a média de sua carreira na casa dos 43 por cento de aproveitamento, Butler tem acertado apenas 20 por cento quando analisamos arremessos de média distância.

Derrick Rose

Image title

Sua entrega e comprometimento com o Cavs mostra o quanto Derrick Rose quer alcançar algo grande ao lado de LeBron James, mas não é em seu arremesso que ele vai poder ajudar o time a voltar a disputar um título de NBA. Rose arremessou até o momento 13 bolas da linha de 3-Pontos e acertou apenas três delas mantendo um percentual bem baixo na casa dos 23 por cento. Quando avaliamos como se sai em arremessos de média distância, o nível melhora um pouco mais para em pouco mais de 27 por cento.

Jamal Murray

Image title

Em seu segundo ano no Denver Nuggets, Jamal Murray é uma das grandes apostas da franquia do Colorado. Com apenas 20 anos, ainda tem muita estrada para melhorar o seu jogo e ser uma peça importante na liga. Mas após um ano de experiência, ele ainda não conseguiu ajustar o seu arremesso. Murray tentou até o momento 50 bolas de 3-Pontos acertando apenas 13 delas e deixou cair sua marca que já não era boa na primeira temporada, para pífios 26 por cento. De média distância os números não se alteram muito, foram apenas cinco acertos de 15 arremessos o deixando com uma marca de apenas 33 por cento.

Jonathan Isaac

Image title

Assim como Lonzo Ball, Isaac tem seus créditos por estar ainda dando os seus primeiros passos na liga. O calouro do Magic já mostrou boas habilidades defensivas e vai evoluir ao longo do tempo. Ainda assim, Isaac não tem tido muita confiança em seus arremessos. Com apenas 25 por cento de lances de 3-pontos, o garoto está lutando para acertar as bolas de média distância acertando apenas três de suas 13 tentativas.

Curta a Hoop78 no Facebook