Espalhe por Whatsapp

Por onde anda Darko Milicic, segunda escolha no melhor Draft da história

Ricardo Romanelli
Ricardo Romanelli

Existe um grande debate sobre qual foi o melhor Draft da história da NBA. 1984, 1996 e 2003 normalmente são as classes mais citadas, com vantagem para a última.

Neste ano, debutaram na liga nomes como LeBron James, Carmelo Anthony, Chris Bosh e Dwyane Wade foram os principais nomes de uma safra que também contou com Chris Kaman, Kyle Korver, David West, Boris Diaw e o brasileiro Leandro Barbosa, entre outros.

LeBron, todos sabem, foi a primeira escolha, pelo Cleveland Cavaliers. Na segunda escolha, mesmo com todos estes grandes nomes disponíveis, o Detroit Pistons selecionou uma das maiores decepções da história do Draft: Darko Milicic.

O pivô sérvio era uma grande promessa de jogador de garrafão habilidoso que não vingou. Apesar disso, tinha estrela. Foi campeão com o Pistons em sua primeira temporada, jogando pouquíssimos minutos. Jamais se firmou em 10 anos na liga, passando também por Orlando Magic, Memphis Grizzlies, New York Knicks, Minnesota Timberwolves e Boston Celtics.

Depois da temporada 2012-13 com o Celtics, Darko deixou a NBA com médias de 6 pontos e 4 rebotes em 468 jogos.

De volta a Sérvia, ele tentou uma carreira como lutador de Kickboxing, mas desistiu após perder sua luta de estréia.

Hoje, aos 31 anos, Darko Milicic finalmente encontrou sua vocação. Ele é um agricultor em seu país natal, e parece contente com isso:

Atualmente sou agricultor, e amo o que faço. Passo bastante tempo no campo, andando e analisando o processo, e isso me faz muito feliz. Mesmo que eu seja novo no negócio, gosto muito de aprender e inclusive vou a diversos seminários sobre o assunto. Claro que existem problemas, como em todo negócio, mas acho que produzir comida é algo muito positivo. É o futuro em todos os aspectos.

Ao que parece, Darko viveu sua aventura no mundo dos esportes e depois a vida lhe foi gentil em encontrar um ofício que o fizesse feliz. Quem não deve ter ficado feliz foi o Detroit Pistons, que apesar de ter sido campeão naquele ano, tinha um time veterano que logo se desmanchou e até agora não conseguiu competir novamente. Já pensou se a escolha tivesse sido outra? O Pistons teria um franchise player para mais de 10 anos.

Que tal relembrar as 10 melhores jogadas da carreira de Darko Milicic?!

Dá um play e confira o que rola no nosso som!