Espalhe por Whatsapp

Obrigado, jogadores: Vidas negras importam

Raphael Philipe
Raphael Philipe

A NBA vem dando uma senhora lição ao mundo, até mesmo naqueles com concepções liberais ou progressistas. A “bolha Disney”, mostra como uma poderosa liga é capaz de se organizar e durante o mês de jogos ter casos zero de contaminação, um exemplo de capacidade de encarar de frente um grave problema. Mas a pandemia não é o único problema no qual o turbulento ano de 2020 nos ataca, a crise mundial e racial ocorrida com o assassinato de George Floyd e completada com o recente caso de Jacob Blake.

Mais importante que falar dos jogadores que decidiram não entrar em quadra nesta quarta - dia 26 de agosto de 2020 - e deixar claro o movimento defendido por eles e comissões técnicas: “Black Lives Matter”, colocará sabiamente a continuidade da temporada em cheque.

Jogadores do Milwaukee Bucks decidiram não entrar em quadra nesta quarta-feira. O time de Giannis Antetokounmpo enfrentaria o Orlando Magic no jogo 5 dos playoffs da NBA. Ao verem o boicote dos Bucks, os jogadores do Magic retiraram-se de quadra após o aquecimento. O Estado do time que puxou o boicote, Winsconsin, foi onde Blake - que estava desarmado e perto dos filhos - foi alvejado pelas costas por um policial. Ele está internado e perdeu o movimento das pernas segundo familiares.

Durante os jogos da bolha Associação Nacional de Jogadores de Basquete (NBPA) chegaram a um consenso sobre uma lista de frases cobrando justiça social que os atletas poderão usar nas suas camisas durante o retorno. Jogadores se reunirão hoje e decidirão pela sequência da temporada, caso confirmada a suspenção da temporada devemos aplaudir de pé a decisão dos jogadores.

Os jogadores estão tomando a rédea e mostrando a verdadeira força de uma liga majoritariamente compostas por negros das periferias, e que ela representa muito mais que o grande esporte americano. Essa luta será lembrada eternamente na liga e tal chama jamais deverá ser apagada.

O Racismo estrutural no qual o mundo vive deve ser escancarado, e problematizado. Jogadores de outras equipes como LeBron James, Jamal Murray e Donovan Mitchel se manifestaram nas redes sociais apoiando o boicote. Vamos aplaudir de pé os jogadores, “OBRIGADO” e “Vidas negras importam” é muito mais que uma mensagem apenas.

Só podemos terminar com as seguintes mensagens:

Black Lives Matter (vidas pretas importam), Say Their Names (diga seus nomes), Vote, I Can't Breathe (eu não consigo respirar), Justice (justiça), Peace (paz), Equality (igualidade), Freedom (liberdade), Enough (basta), Power to the People (poder ao povo), Justice Now (justiça agora), Say Her Name (diga o nome dela), Sí, Se Puede (sim, nós podemos), Liberation (libertação), See Us (nos vejam), Hear Us ( nos ouçam), Respect Us (nos respeitem), Loves Us (nos amem), Listen (escute), Listen to Us ( nos escutem), Stand Up (levante-se), Ally (alie-se), Anti-Racist (antirracista), I Am a Man (eu sou um homem), Speak Up (se pronuncie), How Many More (quantos mais), Group Economics (Economia Solidária), Education Reform (Reforma da Educação) e Mentor (aconselhe).

Image title

Image title

Image title

Curta o som Hoop78!

Este pode ser o motivo pelo qual o Warriors ainda não fez uma troca esta temporada

Renato Campos
Renato Campos

Com o Warriors tendo uma temporada surpreendentemente bem-sucedida, mesmo sem o All-Star Klay Thompson, eles parecem mais candidatos aos playoffs a cada semana. Embora eles ainda estejam lutando para juntar as peças dessa quase nova escalação do Warriors, considerar fazer mais uma adição ao elenco pode ajudar a transformar o Warriors em um time de playoffs.

Adicionar outro jogador estrela ao elenco do Golden State seria de fato benéfico. No entanto, qualquer troca blockbuster que o Warriors poderia potencialmente propor incluiria mais do que provavelmente Andrew Wiggins, e o Warriors pode não estar pronto para se separar de seu armador ainda.

Andrew Wiggins pode ser o motivo

Um fator-chave para o sucesso dos Warriors atualmente, e por que eles têm sido capazes de acalmar os críticos da pré-temporada, é em grande parte o desempenho MVP de Stephen Curry nesta temporada. O Warriors foi de fato o pior time de toda a liga na temporada passada, com Curry jogando apenas cinco jogos, e é garantido que os resultados seriam os mesmos se não fosse por Curry. Ele tem uma média de 29,4 pontos, 6,1 assistências e 5,4 rebotes - tudo o que ele precisa para combinar com seus bons números são mais vitórias.

Curry não está apenas carregando uma carga ofensiva pesada para o Warriors, mas a escolha número 1 do draft da NBA de 2014, Wiggins, também se tornou um dos jogadores mais conceituados do time.

Esta temporada será a primeira temporada completa de Wiggins com a equipe e ele causou impacto em quase todos os jogos. Ele conseguiu se manter saudável e ser eficaz no lado defensivo contra o qual o Warriors está lutando. Seu crescimento como jogador no plantel do Warriors foi evidente. Em suas seis temporadas na NBA, embora ele tenha tido uma média de 20 pontos ou mais em três delas, sua porcentagem de arremessos não passou de 45,9%, até esta temporada com o Warriors.

Wiggins agora está atirando em 46,8%, que é o recorde de sua carreira. Ele também está liderando o time em tocos por jogo, assim como o time está tendo problemas defensivos nesta temporada.

Se o Warriors propusess uma troca de sucesso nesta temporada, eles teriam que igualar os salários do jogador que chegasse, que é onde Wiggins entraria em jogo. Ele está atualmente recebendo $ 29,5 milhões nesta temporada e deve $ 65 milhões nas próximas duas. No entanto, esse foi o preço que eles tiveram que pagar quando negociaram com D’Angelo Russell e conseguiram a escolha do primeiro turno do Timberwolves em 2021.

Wiggins fazendo jus ao seu salário

Além de pagar Wiggins, a equipe também tem Curry, Klay Thompson e Draymond Green, todos com contratos de alto salário. Então, para trazer um jogador de sucesso, trocar um desses quatro seria uma obrigação, e os três últimos provavelmente estão fora de questão.

No entanto, Wiggins fez um trabalho decente garantindo que seu nome não fosse mencionado em rumores de troca até agora. Ele está atualmente com uma média de 17,6 pontos nesta temporada e se esforça para desbloquear todo o seu potencial no elenco do Warriors e ajudar o time a chegar aos playoffs.

No entanto, ainda há uma grande chance de que o Warriors possa aumentar seu ritmo e lutar por uma classificação mais alta. A equipe está atualmente apenas 2,5 jogos atrás do Suns, que está em quarto lugar na Conferência Oeste. O Warriors também teve uma dos calendários mais difíceis da liga até agora.

A melhora no jogo de Wiggins pode ser a razão pela qual o Warriors não se envolveu em uma troca blockbuster, embora o prazo da NBA não seja até 25 de março. Mas, com Wiggins ainda no elenco, a equipe pode ter um futuro brilhante.

Curta o som Hoop78!