Espalhe por Whatsapp

NBA: DeMar DeRozan pode ter um papel especial no Chicago Bulls

Renato Campos
Renato Campos
05 de Agosto

O Chicago Bulls terá três jogadores em sua equipe titular, com média de mais de 20 pontos por jogo na última temporada, com a aquisição da DeMar DeRozan.

Além dos novos Big 3 dos Bulls com Zach LaVine, DeRozan e Nikola Vucevic, Chicago contratou Lonzo Ball para ser o armador da franquia. A crença mais comum é que Ball seja o principal facilitador do Chicago, acumulando assistências enquanto fornece três opções viáveis para colocar a bola no aro.

Mas pode ser que o Bulls possa realmente olhar para DeRozan como o principal criador de jogo do time, enquanto Ball é o homem que alimenta o time na transição.

Lonzo Ball não provou ser um bom criador de jogadas fora contra-ataques

Embora Ball tenha excelente visão e seja um passador preciso (6,4 assistências por jogo em sua carreira), ele causa mais impacto quando o time está executando um contra-ataque. Em jogadas de meia-quadra, com a defesa adversária postada, sua incapacidade de afastar os defensores com dribles é bastante limitada.

Ball nem sempre cria seu próprio arremesso. Dois terços de suas cestas vêm de uma assistência e 83% de suas bolas de três pontos vêm de passes de companheiros de equipe.

Por outro lado, Lonzo melhorou muito sua habilidade de matar bolas de três e lances livres. Por causa de seu tamanho, força e comprometimento na ponta defensiva da quadra, ele é um cara que pode defender três posições, e talvez uma quarta quando as equipes estão jogando em small-ball.

A combinação de versatilidade defensiva com controle de bola na transição e arremesso aprimorando cada vez mais, fazem de Ball uma forte aquisição para o Bulls. No entanto, isso não dá ao Bulls o segundo facilitador de que precisa ao lado de LaVine.

E é ai que que DeRozan entre em jogo.

DeRozan é um passador subestimado e um executor de pick-and-roll

A maioria sabe que DeRozan tem uma média de mais de 20 pontos por jogo em cada uma das últimas 8 temporadas. Poucos sabem que ele teve uma média de 6,9 assistências, o recorde de sua carreira, com o Spurs na última temporada.

DeRozan se solidificou como um facilitador legítimo em San Antonio, e ele não estava cercado por um elenco de apoio tão bom quanto ele terá em Chicago.

Não é apenas o passe e facilitação de DeRozan que o tornam um complemento potencialmente ótimo para LaVine, Ball, Nikola Vucevic e até mesmo Patrick Williams; Mais especificamente, é a jogada de DeRozan no pick and roll. Dê uma olhada nesta estatística da Hardwood Paroxysm.

"64 jogadores fizeram pelo menos 200 pick and rolls que terminaram em um arremesso, turnover ou assistência na última temporada. O jogador mais eficiente em pick and roll incluindo passes foi Kawhi Leonard, com média de 1,149 pontos por posse de bola. DeMar DeRozan foi o número 2 com 1.104."

Quando você está atrás apenas de Kawhi Leonard em uma categoria associada à eficiência, é provável que você esteja indo muito bem nesse aspecto do jogo.

Quando você olha para o elenco do Bulls ainda em formação, é difícil não reconhecer sua versatilidade ofensiva e o claro aumento de armas em quadra com os cinco titulares.

Sinceramente, o maior problema que esta equipe deve ter é na defesa, onde nem LaVine, DeRozan nem Vucevic jamais se estabeleceram.

Carmelo Anthony quebra o silêncio depois de chegada ao Lakers

Os torcedores do Bulls devem esperar que haja avanços nesse sentido. Patrick Williams e Ball vão ser fundamentais nesse quesito, mas o técnico Billy Donovan também precisará fazer com que suas três estrelas se comprometam. O Bulls tem pela frente uma temporada interessante.

Curta o som Hoop78!