Espalhe por Whatsapp

NBA: E se o Warriors tivesse trocado Stephen Curry com o Bucks?

Renato Campos
Renato Campos
05 de Setembro

Desde que foi selecionado na nona escolha geral de 2009, Steph Curry revolucionou a NBA com seu arremesso fora da curva. Essa habilidade o tornou quase indefensável e o levou a ganhar dois MVPs da liga e quatro campeonatos, todos com o Golden State Warriors. Apesar disso, o Warriors quase trocou Curry no início de sua carreira, não uma, mas duas vezes.

A primeira vez foi quando eles quase negociaram Curry com o Phoenix Suns na noite do draft. Isso renderia Amare Stoudemire ao time de San Francisco, mas eles sabiamente desistiram desse acordo.

A diretoria do Warriors quase o trocou novamente alguns anos depois, desta vez para o Milwaukee Bucks.

O Warriors queria Andrew Bogut e não estavam convencidos de que sua quadra de armação de Monta Ellis e Curry pudesse funcionar, então planejaram negociar Curry no acordo para conseguir Bogut. No último minuto, no entanto, o Warriors mudou de ideia e incluiu Ellis no acordo.

A decisão do Golden State Warriors mudou o cenário da NBA de maneira importante

Hoje é fácil dizer que uma equipe do Warriors construída em torno de Ellis não teria ido a seis finais da NBA e vencido quatro campeonatos, e provavelmente também não teria conseguido ter Kevin Durant em seu elenco. Durant só se juntou ao Warriors depois que o Oklahoma City Thunder perdeu para eles no jogo 7 das finais da Conferência Oeste de 2016.

Se Curry tivesse sido negociado com o Bucks, o Thunder provavelmente teria conquistado um título em 2016 e Durant poderia ter ficado em Oklahoma City com Russell Westbrook. O mesmo pode ser dito para o San Antonio Spurs e o Houston Rockets. Kawhi Leonard aparentemente deixou San Antonio em parte por causa de suas preocupações com a falta de poder do time, e ele provavelmente não teria forçado sua saída da cidade se Durant não se juntasse ao Warriors.

O Spurs venceu 67 jogos na temporada 2015-16, apenas para assistir um time que havia vencido 73 jogos assinar com Durant. Então, Curry, Durant e o Warriors varreram o Spurs nas Finais do Oeste no ano seguinte. Sem Curry, o Spurs poderia ter vencido o campeonato em 2017 e os Rockets em 2018.

Por outro lado, o Cleveland Cavaliers provavelmente teria vencido mais campeonatos, considerando que foi adversário do Warriors em quatro de suas seis aparições nas finais da NBA. O Cavs peredeu por 1-3 contra o Warriors liderado por Curry, e isso certamente contribuiu para a saída de LeBron James para o Lakers.

Se tivessem vencido dois ou três campeonatos, LeBron ainda poderia estar jogando em Cleveland e ter quatro ou cinco títulos.

Como a troca afetou os Bucks?

Embora as coisas tenham dado certo para Milwaukee, o time ainda provavelmente está se recuperando depois de concordar em retomar Ellis em vez de Curry. Ellis jogou apenas uma temporada e meia com a equipe antes de assinar com o Dallas. Se fosse Curry, o Bucks poderia ter se tornado o bicho papão do Leste ou talvez o Bucks não tivesse sido capaz de construir em torno de Curry da mesma maneira que o Warriors.

É difícil dizer se o Bucks conseguiria selecionar Khris Middleton, na escolha 39 geral em 2012, ou Giannis Antetokounmpo, 15º geral no Draft da NBA de 2013, ou se o time desenvolveria da mesma maneira. Há também a possibilidade de Curry ter deixado Milwaukee na primeira chance que tivesse.

Existem muitas hipóteses nesse cenário, mas, felizmente, o Bucks venceu um campeonato em 2021, tornando mais fácil esquecer a perda de um grande jogador. Na verdade, o time têm um deles em Antetokounmpo, e ele pode muito bem levá-los a mais títulos enquanto estiver por lá. No entanto, o Bucks pode ter que passar por Curry e o Warriors primeiro.

Fique por dentro

O ranking das melhores franquias da NBA nos últimos 5 anos

Prevendo a escalação titular e o melhor reserva de cada time da NBA para a temporada 2022-23

NBA: Russell Westbrook pode vestir a camisa do Heat?

Acompanhe o Hoop78

No Instagram

No Spotify

Curta o som Hoop78!