Espalhe por Whatsapp

NBA: Kevin Durant manda recado pra torcida do Nets após título do Bucks

Raphael Philipe
Raphael Philipe
21 de Julho

Com o Bucks de Giannis Antetokounmpo garantindo o campeonato da NBA na noite desta terça-feira, os torcedores do Nets - cuja equipe pressionou o Bucks mais do que qualquer outro nesta pós-temporada, apesar de ter sido dizimada por lesões - não puderam deixar de pensar em duas palavras: E se.

Como, e se James Harden e Kyrie Irving não tivessem se machucado. E se o dedo do pé de Kevin Durant não tivesse tocado a linha do que estava tão perto de ser a vitória de 3 pontos no final do tempo regular no Jogo 7 das semifinais da Conferência Leste.

Mas o próprio Durant - em Tóquio com a equipe dos EUA, em busca de sua terceira medalha de ouro olímpica - diz que não se permite ter esse tipo de pensamento.

“Na verdade, não temos que ter esse pensamento”, disse Durant após o treino da Equipe dos EUA em Tóquio. “Quer dizer, você jogou para ganhar. Não existe vitórias morais. Você só quer ser o time nas finais da NBA. Então não dá pra pensar assim.

“Quer dizer, entendemos o quão bons somos, e nosso objetivo não era apenas derrotar o Bucks: nosso objetivo era ser campeões. Infelizmente não fomos. Mas parabéns ao Bucks. Eles são uma equipe incrível que lutaram muito nos últimos anos para chegar a este ponto, então nada além de respeito por eles. ”

Leia: Chris Paul reage com honestidade após Suns perder título para o Bucks

O Nets jogou o suficiente para levar o Bucks até o jogo 7 da série entre os dois times. E isso apesar de Harden ter jogado lesionado e Kyrie Irving ter ficado de fora.

Giannis, que não tinha nada com isso, seguiu seu caminho para uma apresentação de MVP nas Finais da NBA, depois que Milwaukee varreu o Heat, bateu o Hawks e fechou as finais contra o Suns em seis jogos.

E depois do desempenho gigantesco de Antetokounmpo de 50 pontos no jogo decisivo 105-98 de terça-feira, ele pareceu tirar um sarro contra o Big 3 do Brooklyn.

“Eu queria terminar o trabalho por aqui. Esse é o meu lado teimoso. É fácil ir a algum lugar e ganhar um campeonato com outra estrela”, disse Antetokounmpo. "É fácil.

“Eu poderia ir para ... eu não quero colocar ninguém em uma situação difícil, mas eu poderia ir para uma superequipe e simplesmente fazer minha parte e ganhar um campeonato. Mas essa é a maneira mais difícil de fazer isso e é a maneira que escolhemos fazer. E nós fizemos isso. Nós f-king fizemos isso. ”

Houve várias superequipes na liga na última década, e LeBron James deu início a essa tendência quando deixou o Cleveland em 2010 e usou seu talento para se juntar a Dwyane Wade e Chris Bosh em Miami.

Durant assistiu e aprendeu, e eventualmente se tornou sinônimo de superequipes depois de sair de Oklahoma City em 2016 para se juntar aos Splash Brothers em Golden State que haviam vencido o campeonato um ano antes. Ele ganhou um par de anéis com o Warriors e provavelmente teria ganho um terceiro se não tivesse rompido seu Aquiles.

Fique por dentro

O ranking das melhores franquias da NBA nos últimos 5 anos

Prevendo a escalação titular e o melhor reserva de cada time da NBA para a temporada 2022-23

NBA: Russell Westbrook pode vestir a camisa do Heat?

Acompanhe o Hoop78

No Instagram

No Spotify

Curta o som Hoop78!