Espalhe por Whatsapp

As 5 melhores atuações individuais do retorno da NBA

A NBA voltou e tivemos verdadeiras maratonas de jogos nos primeiros dias de competição. Só no primeiro final de semana estendido - entre quinta-feira e domingo - foram 19 partidas repletas de emoção e boas performances. 

Todas as 22 equipes jogaram sua primeira partida entre quinta, dia 30 de julho, e sábado, dia 01 de agosto. Nestes jogos, alguns atletas se destacaram e com isso garantiram a honra de figurar em nossa lista das cinco melhores atuações no retorno da NBA. Vale lembrar que a lista leva em conta apenas o primeiro jogo de cada equipe, já que no mesmo final de semana alguns times jogaram mais de uma vez e vimos outras atuações incríveis nestas partidas. 

T.J Warren 

Image title

A torcida do Phoenix Suns não deve ter ficado feliz com a troca que enviou TJ Warren para o Indiana Pacers por apenas uma escolha de Draft no segundo round, e esse sentimento deve ter ficado mais forte depois da atuação do ala contra o Philadelphia 76ers. Na partida de abertura de ambos os times em Orlando, Warren anotou incríveis 53 pontos, principalmente pelo incrível aproveitamento de 75% nas bolas de três, com nove tiros de longe convertidos. O Pacers venceu o Sixers por 127 x 121, em partida importantíssima na briga pela quinta posição do Leste.

Joel Embiid

Image title

Nessa mesma partida, Joel Embiid bem que tentou, mas não deu. O Sixers saiu derrotado, mas seus 41 pontos, 21 rebotes e 3 tocos serviram de lembrete para a força que ele é em ambos os lados da quadra. Se o Sixers conseguir se encontrar em Orlando, a qualidade de Embiid pode levar o time à final da conferência, mesmo estando mais abaixo na classificação.

Giannis Antetokounmpo

Image title

O MVP Giannis Antetokounmpo chegou na bolha disposto a relembrar a todos porque merece o segundo prêmio consecutivo. Na estreia do Milwaukee Bucks contra o Boston Celtics, foram 36 pontos, 15 rebotes, 7 assistências e incríveis 70% de aproveitamento nos arremessos. O Bucks saiu com a vitória por 119 x 112 e nos deixou com a certeza de que o time vem forte na disputa pelo título da NBA.

James Harden

Image title

Numa coincidência incrível, James Harden também acertou 70% dos arremessos em sua estreia dominante em Orlando. O ala-armador do Houston Rockets anotou 49 pontos, 9 rebotes, 8 assistências, 3 roubos de bola e 3 tocos na vitória sobre o Dallas Mavericks. Num confronto entre dois dos ataques mais poderosos que o basquete já viu, o Rockets saiu vencedor por 153 x 149, em partida decidida na prorrogação.

Kristaps Porzingis 

Image title

E nesta potente partida entre Mavericks e Rockets, é claro que pelo menos mais um jogador se destacaria, no meio de tanto poderio ofensivo. Kristaps Porzingis não conseguiu levar a melhor com o Mavs, mas seu esforço foi digno de um vencedor. Com 39 pontos e 16 rebotes, Porzingis tem feito questão de nos lembrar os motivos pelos quais, antes da lesão, tinha sido All-Star pelo New York Knicks. Com apenas 25 anos, sua dupla com Luka Doncic em Dallas é a mais promissora da NBA.

Curta o som Hoop78!

Este pode ser o motivo pelo qual o Warriors ainda não fez uma troca esta temporada

Renato Campos
Renato Campos

Com o Warriors tendo uma temporada surpreendentemente bem-sucedida, mesmo sem o All-Star Klay Thompson, eles parecem mais candidatos aos playoffs a cada semana. Embora eles ainda estejam lutando para juntar as peças dessa quase nova escalação do Warriors, considerar fazer mais uma adição ao elenco pode ajudar a transformar o Warriors em um time de playoffs.

Adicionar outro jogador estrela ao elenco do Golden State seria de fato benéfico. No entanto, qualquer troca blockbuster que o Warriors poderia potencialmente propor incluiria mais do que provavelmente Andrew Wiggins, e o Warriors pode não estar pronto para se separar de seu armador ainda.

Andrew Wiggins pode ser o motivo

Um fator-chave para o sucesso dos Warriors atualmente, e por que eles têm sido capazes de acalmar os críticos da pré-temporada, é em grande parte o desempenho MVP de Stephen Curry nesta temporada. O Warriors foi de fato o pior time de toda a liga na temporada passada, com Curry jogando apenas cinco jogos, e é garantido que os resultados seriam os mesmos se não fosse por Curry. Ele tem uma média de 29,4 pontos, 6,1 assistências e 5,4 rebotes - tudo o que ele precisa para combinar com seus bons números são mais vitórias.

Curry não está apenas carregando uma carga ofensiva pesada para o Warriors, mas a escolha número 1 do draft da NBA de 2014, Wiggins, também se tornou um dos jogadores mais conceituados do time.

Esta temporada será a primeira temporada completa de Wiggins com a equipe e ele causou impacto em quase todos os jogos. Ele conseguiu se manter saudável e ser eficaz no lado defensivo contra o qual o Warriors está lutando. Seu crescimento como jogador no plantel do Warriors foi evidente. Em suas seis temporadas na NBA, embora ele tenha tido uma média de 20 pontos ou mais em três delas, sua porcentagem de arremessos não passou de 45,9%, até esta temporada com o Warriors.

Wiggins agora está atirando em 46,8%, que é o recorde de sua carreira. Ele também está liderando o time em tocos por jogo, assim como o time está tendo problemas defensivos nesta temporada.

Se o Warriors propusess uma troca de sucesso nesta temporada, eles teriam que igualar os salários do jogador que chegasse, que é onde Wiggins entraria em jogo. Ele está atualmente recebendo $ 29,5 milhões nesta temporada e deve $ 65 milhões nas próximas duas. No entanto, esse foi o preço que eles tiveram que pagar quando negociaram com D’Angelo Russell e conseguiram a escolha do primeiro turno do Timberwolves em 2021.

Wiggins fazendo jus ao seu salário

Além de pagar Wiggins, a equipe também tem Curry, Klay Thompson e Draymond Green, todos com contratos de alto salário. Então, para trazer um jogador de sucesso, trocar um desses quatro seria uma obrigação, e os três últimos provavelmente estão fora de questão.

No entanto, Wiggins fez um trabalho decente garantindo que seu nome não fosse mencionado em rumores de troca até agora. Ele está atualmente com uma média de 17,6 pontos nesta temporada e se esforça para desbloquear todo o seu potencial no elenco do Warriors e ajudar o time a chegar aos playoffs.

No entanto, ainda há uma grande chance de que o Warriors possa aumentar seu ritmo e lutar por uma classificação mais alta. A equipe está atualmente apenas 2,5 jogos atrás do Suns, que está em quarto lugar na Conferência Oeste. O Warriors também teve uma dos calendários mais difíceis da liga até agora.

A melhora no jogo de Wiggins pode ser a razão pela qual o Warriors não se envolveu em uma troca blockbuster, embora o prazo da NBA não seja até 25 de março. Mas, com Wiggins ainda no elenco, a equipe pode ter um futuro brilhante.

Curta o som Hoop78!