Espalhe por Whatsapp

O dia em que Mark Cuban quis pagar uma cerveja para Steve Nash e Dirk Nowitzki

Ricardo Romanelli
Ricardo Romanelli

Mark Cuban, dono do Dallas Mavericks, é um dos proprietários de franquia mais folclóricos da NBA. Ele assiste aos jogos na beira da quadra, manda o controlador de som do ginásio aumentar o volume e entra em polêmicos debates com árbitros e jogadores, técnicos e dirigentes adversários.

Ele adquiriu a franquia em 2000, por US$ 285 milhões. As negociações foram sigilosas e tudo se revelou apenas após o negócios fechado. Na noite antes do anúncio, Cuban encontrou Dirk Nowitzki e Steve Nash, as duas estrelas do Mavericks na época. Cuban estava mal vestido, segundo ele próprio, e andava com uma garrafa de champagne na mão. Ele abordou os dois astros e perguntou a eles:

Posso pagar uma cerveja pra vocês? Acho que vamos nos ver amanhã.

O alemão e o canadense acharam aquilo muito esquisito, e rapidamente dispensaram aquele sujeito que não faziam idéia de quem era.

Depois deste episódio, Cuban e Nowitzki desenvolveram uma relação que poucos donos de equipe e jogadores tiveram na história da liga. O alemão se aproxima da marca de 30 mil pontos com a camisa do Mavericks, tendo jogado 19 anos com a franquia e vencido um título da NBA e um prêmio de MVP.

Nos 20 anos anteriores à aquisição de Cuban, o Mavs tinha vencido apenas 40% de seus jogos e tinha um retrospecto em playoffs de 21 vitórias e 32 derrotas. Nos anos que se seguiram, o time venceu 69% de suas partidas e se tornou presença obrigatória nos playoffs da NBA durante a maior parte dos anos, tendo vencido o título de 2011, contra o Miami Heat de LeBron James, Dwyane Wade e Chris Bosh.

Dá um play e confira o que rola no nosso som!