Espalhe por Whatsapp

3 coisas para acompanhar de perto na parte final da temporada da NBA

Ricardo Romanelli
Ricardo Romanelli

O final de semana do All-Star já passou, e agora os atletas voltam para seus times e começam a se debruçar sobre os aproximadamente 30 jogos que cada um tem para disputar. Daqui até o final do ano, já dá pra ter uma ideia sobre quais times vão para os playoffs ou pelo menos quais disputam vagas, e também quais serão candidatos mais fortes ao título. Apesar disso, ainda existem alguns elementos bastante importantes que merecem total atenção dos fãs da NBA, pois além de definirem detalhes importantes da temporada, prometem bastante emoção.

Chaveamento dos playoffs

Image title

Numa temporada vista por muitos como a mais equilibrada em muito tempo, o chaveamento nos playoffs vai ser mais importante do que nunca. Conseguir evitar aquele rival mais forte ou com encaixe mais complicado nos primeiros rounds pode ser determinante para as pretensões de muitas equipes.

No Oeste, a primeira posição deve valer ouro. Em tese, o oitavo colocado deve ser um time mais fraco, ficando a vaga entre Memphis Grizzlies, Portland Trail Blazers e San Antonio Spurs. Do segundo ao sétimo, a coisa vira um corredor polonês: Denver Nuggets, Los Angeles Clippers, Utah Jazz, Houston Rockets, Oklahoma City Thunder e Dallas Mavericks devem, em alguma composição, fazer os outros três confrontos de primeiro round. Por isso tudo, o Los Angeles Lakers não pretende dar descanso a seus jogadores em busca da primeira colocação. Também é importante notar que, caso os times de Los Angeles fiquem em primeiro e segundo, mesmo que façam uma série entre eles, disputam os 7 jogos no Staples Center. Isso significa que, para o Clippers, o segundo lugar também representa mando de quadra para os playoffs no Oeste, já que numa série contra o Lakers em LA, qualquer que seja o mando, a vantagem na torcida deve ser do Lakers.

Já no Leste, o drama é maior ainda. Com o Philadelphia 76ers patinando nas últimas semanas, é provável que a equipe de Joel Embiid fique sem mando de quadra, ou então se classifique na quarta posição, com mando apenas nos playoffs. Isso faria com que o adversário do primeiro round, na classificação de hoje, fosse o Miami Heat, e que quem vencesse este duelo possivelmente enfrentaria o Milwaukee Bucks na segunda rodada. Ao mesmo tempo que estes times não desejam enfrentar o Bucks até que seja absolutamente necessário, o time de Milwaukee com certeza não gostaria de ter que lidar com o tamanho e habilidade defensiva do Sixers já na segunda rodada.

Além disso, Boston Celtics e Toronto Raptors devem brigar jogo a jogo pelo segundo lugar da conferência. Além de garantir mando de quadra no segundo round, a vice-liderança também garante uma série de primeiro round contra Orlando Magic ou Brooklyn Nets (provavelmente), adversários mais fáceis do que o Indiana Pacers, que ocupa a sexta colocação, ou até mesmo o Sixers, que pode ser ultrapassado pelo Pacers. Em suma: emoção não vai faltar na estratégica disputa por chaveamento nos playoffs desta temporada.

Prêmios individuais

Image title

Parece cada vez mais provável que Giannis Antetokounmpo seja bicampeão do prêmio de MVP da temporada, mas a disputa está bem aberta nos outros troféus. Ben Simmons, Rudy Gobert, Anthony Davis e o próprio Giannis disputam jogo a jogo o prêmio de melhor defensor do ano. Já entre os novatos, Ja Morant parece seguro, mas será que uma reta final forte de Zion Williamson pode colocar o explosivo calouro no páreo? Ninguém faz ideia de quem será o melhor técnico do ano, mas Nick Nurse (Toronto Raptors) e Erik Spoelstra (Miami Heat) com certeza são candidatos fortes. Se é verdade que o melhor reserva não deve escapar de Montrezl Harrell ou Lou William, também é fato que Brandon Ingram, Bam Adebayo e Pascal Siakam (de novo!) devem disputar no tapa o prêmio de jogador que mais evoluiu. As disputas vão se acirrar e as próprias franquias devem começar a promover seus atletas para vencer os prêmios, numa batalha que sempre reserva momentos memoráveis conforme os playoffs se aproximam.

Um olhar para o futuro

Image title

Nesta temporada, não temos tantos agentes livres quando em 2019, e por isso a offseason promete ser mais tranquila em rumores de trocas e contratações. Mesmo assim, não significa que não teremos exercícios de projeção nos próximos meses. Isso porque temos alguns times que mesmo fora da briga por playoffs, têm grande potencial para a próxima temporada e os anos seguintes.

O primeiro é o New Orleans Pelicans, do fenômeno Zion Williamson. A escolha número 1 do Draft de 2019 demorou para estrear, mas quando o fez, tomou a liga de assalto e cada boa performance é acompanhada de uma série de highlights que deixam qualquer fã de basquete animado. Além dele, o Pelicans tem uma base jovem e talentosa, mesclada com excelentes veteranos e que promete vir firme na briga por playoffs no ano que vem. Acompanhar o crescimento desta equipe nos últimos meses de 2019-20 vai ser um exercício bastante interessante.

Outro time nesta situação é o Minnesota Timberwolves, que adquiriu D’Angelo Russell na última trade deadline e promete vir com um combo mortal entre D’Lo e Karl-Anthony Towns para a próxima temporada. Também é importante observar e projetar o que fará o Brooklyn Nets, que deve se classificar para os playoffs, mas está de olho mesmo é no ano que vem, quando Kevin Durant voltará às quadras para fazer a tão esperada dupla com Kyrie Irving. O Atlanta Hawks, do All-Star Trae Young, em breve receberá o reforço de Clint Capela, e também promete disputar uma vaga nos playoffs do ano que vem caso o pivô forme uma boa dupla com John Collins no garrafão e Cam Reddish, Kevin Huerter e De’Andre Hunter continuem a crescer no perímetro. E é claro que não podemos deixar de fora o Memphis Grizzlies, sensação que briga para chegar aos playoffs no primeiro ano de Ja Morant com a franquia. Numa liga em que todos estão sempre pensando dois passos adiante, muita gente estará de olho nestes jovens times tentando projetar a próxima temporada.

Enfim, o All-Star já passou e muita gente já pensa nos playoffs, mas a até então excelente temporada de 2019-20 da NBA ainda nos reserva muitas emoções até sua conclusão!

Dá um play e confira nossa playlist NBA Finals 2020 - Miami x L.A.