Espalhe por Whatsapp

O maior placar da história da NBA

Renato Campos
Renato Campos
10 de Junho

Em uma noite inesquecível de 13 de dezembro de 1983, a história da NBA foi escrita de maneira impressionante. No Denver Coliseum, os Denver Nuggets e os Detroit Pistons protagonizaram uma das partidas mais eletrizantes de todos os tempos, resultando no maior placar já registrado na liga. Após três prorrogações intensas, o placar final marcava 186 a 184 a favor dos Pistons, totalizando 370 pontos combinados, um recorde que permanece até hoje.

A partida foi um verdadeiro espetáculo ofensivo, com ambos os times demonstrando uma habilidade ímpar em converter pontos. Kiki Vandeweghe, do Denver Nuggets, foi o cestinha da noite com 51 pontos, enquanto Isiah Thomas, dos Pistons, não ficou muito atrás, contribuindo com 47 pontos. A intensidade do jogo e a persistência de ambos os times em buscar a vitória transformaram este confronto em uma maratona de basquete que exigiu o máximo de resistência e habilidade dos jogadores.

Este jogo épico é frequentemente lembrado não apenas pelo seu placar extraordinário, mas também pela qualidade e competitividade exibidas em quadra. Ele serve como um testemunho da capacidade dos jogadores da NBA de entregar performances memoráveis e de entreter fãs com momentos de pura adrenalina. A partida de 1983 entre Nuggets e Pistons continua a ser uma referência histórica e um padrão pelo qual muitos jogos são medidos, destacando a beleza e a emoção que o basquete pode oferecer.

Confira os lances da partida de maior pontuação da história da NBA

Fique por dentro

A triste declaração de Rick Rubio anunciando sua aposentadoria da NBA

Basta! A NBA não pode tolerar mais atitudes como essa de Draymond Green

NBA se posiciona sobre o retorno de Ja Morant às quadras

Acompanhe o Hoop78

No Instagram

No Spotify

Curta o som Hoop78!