Espalhe por Whatsapp

NBA: 3 trocas que o Lakers pode fazer por LeBron James

Editoria Hoop78
Editoria Hoop78
23 de Fevereiro

O Lakers pode precisar trocar LeBron James nesta offseason.

Essa é uma frase que poucos imaginariam que pudessemos estar fazendo nessa altura da temporada. Após um título na bolha e a adição de Russell Westbrook, muitos esperavam que o Lakers pudesse disputar o título esse ano. Embora ainda há tempo para o Big 3 de Los Angeles tentar fazer as coisas funcionarem, a missão não será tão simples com pouco mais de 20 jogos restantes para o fim da temporada regular e com Anthony Davis desfalcando o time mais uma vez.

A aparente insatisação de LeBron com o Lakers durante o All-Star Game, levou especialistas e torcedores a especularem o futuro do jogador. Fato é, que se LeBron não assinar uma extensão de contrato no próximo verão americano, o mundo da NBA vai virar de cabeça pra baixo com o veterano buscando um novo time.

Caso LeBron realmente escolha um novo destino após a próxima temporada, o Lakers entra em modo de reconstrução antes do que imaginava. Com base nisso, vamos dar uma olhada em três sugestões de troca apresentadas pelo site USA Today Sports, que o Lakers poderia fazer por LeBron.

Acompanhe o Hoop78 no Instagram! 

Cleveland Cavaliers

O primeiro time que vem em mente, é o time que LeBron disse ter portas abertas para um possível retorno durante o fim de semana do All-Star, e onde ele começou sua carreira. Não existe uma chance de imaginar LeBron James deixando o Lakers sem mencionarmos o Cleveland Cavaliers.

O time de Cleveland estaria disposto a investir jovens talentos em LeBron James em fim de carreira, mesmo que o "The King" ainda esteja jogando o fino da bola? Vale lembrar, que a chegada de LeBron James em qualquer time da NBA é um baita negócio de marketing, ainda mais para mercados menores como o de Cleveland.

A diretoria do Cavs provavelmente precisaria incluir jogadores como Lauri Markkanen, Collin Sexton e Isaac Okoro. Evan Mobley pode se tornar o ponto de discórdia, mas um núcleo de Darius Garland-LeBron-Mobley-Jarrett Allen seria bastante especial por uma temporada – ou mais.

Phoenix Suns

Esse cenário provavelmente se resume ao desempenho do Phoenix Suns nos próximos playoffs. O Suns parece ter a fórmula para uma equipe que quer disputar um título: dois assassinos de mid-range em Chris Paul e Devin Booker, alas de mão dupla em Mikal Bridges, Jae Crowder, Cam Johnson e Torrey Craig e jogadores eficientes de garrafão em Deandre Ayton e JaVale McGee.

Se o Suns não puder capitalizar o sucesso que encontraram nesta temporada depois de falhar nas finais da NBA na temporada passada, levar LeBron pro deserto significa investir pesado.

O objetivo seria combinar Paul e Booker com LeBron antes que Phoenix entre na era pós-Paul, e para uma equipe de pequeno mercado que não tem sucesso desde 2010, fazer all-in para ter LeBron faz sentido.

Mas separar-se de Bridges (fins financeiros), Ayton (front office não está com pressa para estendê-lo) e Johnson (25 anos e com algum potencial futuro) poderia funcionar para o Lakers, sem contar as 12 escolhas que eles têm de 2023 a 2028, que são todas controladas pela equipe.

LeBron também fica perto o suficiente de seus empreendimentos comerciais em L.A.

Golden State Warriors

A era Curry-Thompson-Green ainda está em andamento, e o Golden State Warriors já tem jovens suficientes para liderar o caminho quando essa era terminar: Jonathan Kuminga, Jordan Poole, Moses Moody e James Wiseman.

Mas isso também dá munição ao Warriors em uma possível troca por LeBron. Imagine LeBron indo para a Bay Area para se juntar a um rival de longa data e para turbinar o time para disputas de ainda mais títulos.

Separar-se de Andrew Wiggins (US$ 31,5 milhões pelos próximos dois anos) e incluir uma combinação de ativos jovens (eles também têm 12 escolhas entre 2022 e 2028) seria um pacote atraente.

Se o Warriors quiser aproveitar o máximo do fim dessa era, este é definitivamente um caminho. 

Concorda com as opções? Conta pra gente sua opinião!

Fique por dentro

NBA: Kyrie Irving revela porque agiu de forma agressiva com torcida do Celtics

Draymond Green fica indignado com escolha da NBA

NBA: Steve Nash preocupa ao falar de atual situação de Ben Simmons

Acompanhe o Hoop78

No Instagram

No Spotify

Curta o som Hoop78!